Localização
Avenida José Estêvão, n°671, 3830-555 Gafanha da Nazaré
Marcação de consulta
(+351) 965 056 342

Após a Páscoa recuperar o equilíbrio

Após o fim-de-semana da Páscoa, que mesmo em tempo de quarentena e distanciamento social, se vê repleto de exageros, chega o momento de voltar a equilibrar a balança energética.

Como nutricionista, sou sempre apologista do consumo com moderação dos alimentos típicos, sem opções light, que na esmagadora maioria das vezes desiludem. Se é para comer, que se seja com moderação, o típico da época.

Neste sentido, após um período de excessos, temos que compensar e a compensação deverá ser sempre feita com base em atividade física e nunca com cortes desmesurados na alimentação. Assim, dou-vos uma pequena listinha de alimentos característicos da Páscoa e exercícios que podem fazer em casa para minorar os excessos:

  • Folar da páscoa (doce, como é tipo aqui na nossa zona) – 1 fatia com um peso de 60g (mais ou menos o equivalente a um pão bijou) equivale a 174Kcal:
    – 26 min de ciclismo (pode usar a bicicleta estática ou rolo)
    – 17 min de corrida
    – 1h de limpezas (feito de forma vigorosa)
    – 1300 saltos à corda
    – 116 burpees
    – 14,5 min na elíptica
  • Amêndoa de chocolate/cobertura de açúcar – 1 amêndoa corresponde a 29Kcal:
    – 5 min de ciclismo
    – 3 min de corrida
    – 218 saltos à corda
    – 3 min elíptica
    – 19 burpees
  • Ovinho de chocolate de leite – 1 ovinho (do mesmo tamanho de uma amêndoa) corresponde a 32Kcal:
    – 6 min de ciclismo
    – 3,5 min de corrida
    – 240 saltos à corda
    – 3 min elíptica
    – 21 burpees
  • Folar transmontano – 1 fatia com um peso de 140g (em termos visuais não é uma fatia grande uma vez que as carnes
    conferem peso à fatia) equivale a 453Kcal:
    – 69 min de ciclismo (pode usar a bicicleta estática ou rolo)
    – 46 min de corrida
    – 2,7h de limpezas (feito de forma vigorosa)
    – 3398 saltos à corda
    – 302 burpees
    – 38 min na elíptica

Agora só resta fazer a contabilidade dos alimentos ingeridos e começar a compensar os excessos. Bons treinos!! 🙂

*o gasto calórico de cada exercício é apenas uma estimativa, variando de acordo com o estado nutricional, idade, género e condição física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *